Páginas

21 março 2016

Lidando


Assisti Kung – Fu Panda III – porque sim – e perto do final o sr. Ping diz: 
“Às vezes fazemos as coisas erradas pelos motivos certos”

movies 80s filmedit john hughes ferris buellers day off


Perdi uma amizade por causa disso, mas não me arrependo de ter imposto minha razão. 
E através dessa perda percebi algumas coisas:

Que a confiança nos faz sequer questionar a razão, por isso nos torna menos confiáveis.
Que pessoas confiantes acham que não podem errar.
Pessoas assim me dão nos nervos porque sempre o outro quem deve duvidar.

Percebi também que:

Algumas vezes vejo nas gentilezas algum oportunismo – quando alguém te trata bem apenas pelo motivo de que futuramente você pode ser útil.
Às vezes nem é essa a intenção, mas é esse o tipo de imagem que passa.

Eu sei que a sociedade é regida por relações sociais, sei que precisamos uns dos outros, mas é essa linha tênue que me incomoda.

Como saber o que é só boa intenção e não interesse?
Você pode dizer que mal não vai fazer, porém intenções assim me deixam chateada! Como quando alguém te elogia só para ser notado.

emma stone whatever shrug shrugging idk

Update: Acabei de ler esse post  e cara que coisa mais maravilhosa!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário