11 maio 2015

Cinco coisas que eu já quis ser...

As básicas que acho que toda criança já desejou algum dia:

Veterinária
Pediatra
Bailarina

De cachorros, apesar de o Veterinário não cuidar apenas deles, mas na minha cabeça naquela época eu era Veterinária só de cachorros, sabe...
Pediatra: adoro bebês, outra viajada, porque né, só de bebês? Ai mas aquelas bochechas gostosas!!!! 
Bailarina, apenas aqueles corpos perfeitos, leves voando pelo palco? Balett é lindo, mágico né?!

Esses desejos me acompanharam até a adolescência, depois eles ficaram bem diferentes:

Piloto de Caça

Era meu grande sonho até os 20 anos, depois passou a idade para ingressar na AFA – Academia da Força Aérea, e desisti. Adoro tudo relacionado a aviões -segunda guerra- sobrevivência-cadetes e tal. Até hoje. Quem sabe né?


Estilista

Depois de ter passado dessa fase comecei um blog de moda, não sei de onde veio a ideia, mas criei. Então uma das minhas paixões sempre foi desenho, associei ao estilismo e pronto. Era a minha profissão da vida, apesar de estar cursando Ciências Contábeis.


Masssss como sou uma pessoa volúvel, vi que iria enjoar rápido. Moda se tornou fútil para mim. Os blogs de moda também. Então reuni uma paixão desmedida desde criança, quando eu escrevi meu primeiro diário aos 10 anos, quando passei a escrever nas paredes e nas roupas, quando tive meu livro de poesias... Eu sempre quis escrever, mas nunca quis ficar presa entre quatro paredes.

O que não combina com a minha profissão. Sinto-me um pássaro em uma gaiola, mas escrever se tornou meu passeio pela vida durante o dia, este blog se tornou meu ar fresco em um dia quente e um aconchego de um cobertor em um dia frio. Apesar de não estar onde quero ou fazer o que queria estar fazendo, estou buscando minha satisfação todos os dias. Em cada minuto do dia eu busco um momento de felicidade.

♥ Este post faz parte da blogagem coletiva promovida pelo Rotaroots 
Um grupo que valoriza e incentiva a blogosfera old school. 
Para saber mais e participar clica aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário