Páginas

13 fevereiro 2015

[Resenha] Fangirl – Rainbow Rowell

Capa linda, sinopse interessante, resenhas positivas, pronto comprei.
Adoro a tipografia dos livros da Rainbow, é sempre a mesma, pelo menos nesse e em Eleanor & Park.

Quando comecei a ler a história não fui fisgada de primeira, até porque eu ainda estava completamente absorvida pelo último livro da saga Jogos Vorazes – A Esperança.

É o seguinte:

Cather e Wren são irmãs gêmeas que terminaram o ensino médio e vão para a faculdade, ambas moravam com o Pai, já que a mãe as abandonou aos 8 anos. O livro gira em torno dessa mudança e principalmente da personalidade de Cath que é avessa a novidades, e quando descobre que a irmã não será sua colega de quarto, pronto amiga, senta e acompanha o drama.

Cath também escreve um fanfiction de muito sucesso sobre uma saga de muiiito sucesso que só pode ser Harry Potter - mas no livro é Simon Snow. E tipo ela é obcecada mesmo, tem pôsteres, camisas, o mundooo.

Cath: bem nerd, usa óculos, anda a maioria do tempo com um rabo de cavalo, escreve muito bem, é tímida, não dá ousadia a qualquer um, não gosta de mudanças, é muito responsável, se importa com os outros, ama demais, demais sua irmã, às vezes faz papel de bobinha e idiota.

Wren: simpática, carismática, descolada, faz amigos rápido, adora a irmã, é meio sem noção às vezes, não mede muito as consequências e ajuda Cath com o fanfiction.

Então... O livro conta a rotina de Cath, sua adaptação, os garotos, seus aprendizados. É muito fofo. O romance é tão desejável hehe. Ahhh ri muito, dei tantos risinhos bobos e outros tipos de risos também haha. Existiam momentos que eu ficava tensa e ansiosa, tipo vai Cath mulherrrrr se joga, anda logo, fala logo, mas ela não é chata – só um pouquinho, no entanto ela dá logo um jeito nisso.

Tem ainda umas reflexões retratadas de maneira leve, porque o livro é bem leve e tranquilo. Ele não tem um crush sabe, que você espera até o final pra saber, ela já vai desenvolvendo no decorrer da história.

É impossível resistir a escrita de Rainbow, quando você percebe, já acabou e fica tipo Oiiiiiiiiiiiiiiii? Cadê, quero mais!!!!

A companhia desse livro foi tipo passar um tempo com amigos, confortável, muito agradável.


Claro que já temos especulações sobre os possíveis atores para a adaptação cinematográfica, e a que mais gostei foi essa




Nenhum comentário:

Postar um comentário