Páginas

29 outubro 2014

À primeira vista...

Em um estado normal da vida, do espírito, das fantasias, dos sonhos e da mente fervilhando, acontece. Acontece de encontrar pela primeira vez uma pessoa e por algum acaso do destino ou imaginação ingênua perceber que esta pessoa não sai mais do pensamento.

É triste.
É triste para o inconformado que quer descobrir sempre.

Mas alimenta aquela faísquinha que mora dentro de nós chamada esperança.
E ela se alimenta de cada presença.


E quando esta esperança começa a doer?
Começa a perturbar?
E quando em seus sonhos, antes de dormir, ele está ali sob todas as formas, pra sempre?

Quando a única paz que sente vem ao escrever sobre ele? 
Comportamentos por causa dele.
Pensar nele.
Sem falar claro na busca desenfreada pelo Google.

Não tem conforto. O coração quer muito mais.


2 comentários:

  1. Talvez seja uma paixão enlouquecedora ou seja um amor que chegou tranquilo e tomou conta do ser...
    Abraços Mika,
    Pensamentos Viajantes

    ResponderExcluir