Páginas

02 setembro 2014

Um Livro

Queria dizer todos os clichês dos apaixonados por literatura, mas eu sinto que devo escrever muito mais, chegar bem perto da emoção que esse livro me faz sentir, ou seja, ainda não terminei, mas a estória me pegou tão forte e me fez enxergar nela que... Nem sei por onde começar...
Eu amo livros e mais ainda suas respostas sobre mim. Já aconteceu delas faiscarem em meus olhos, mostrando a verdade, e a verdade meu caro é liberdade.

Eleanor & Park...

Só senti um carinho assim ao ver um título pelos: Fazendo meu Filme e A Culpa é das Estrelas. Tão maravilhoso que eu tenho que abraçar.
Como eu queria transcender esse livro, leva-lo após a morte, enfim queria multiplicar ele ao infinito. 
Não tem como falar dele sem usar sinestesia, mas vou resumir...


São os detalhes. A autora deixa que você capte a frase de efeito ou a lição que, porventura, ela poderia deixar lá, pronta para você copiar e colar, mas deixa implícita, assim é mais bonito, você perceber.

Ela te dá emoção. Sentimentos puros, no que se refere à sinceridade, honestidade, que, aliás, é mostrada ainda mais na crueza que as pessoas podem se manifestar.
Ela trabalha a personalidade. Joga em ti as imperfeições. A beleza de verdade, do toque, do olhar, do reconhecimento.

Mostra um encontro, porque é a vida, depois o amor inexplicável que enche meus olhos e choro, choro copiosamente por que é simples e lindo.

Certo, vou terminar de lê-lo. É que eu não estava me aguentando e estou, assim, adiando o fim...

2 comentários:

  1. Se eu já estava com vontade de ler esse livro, agora estou LOUCA para conhecer essa história!
    Adorei o post!

    Ah, respondi seu e-mail das dicas!
    Muitíssimo obrigada!
    Beijão

    http://www.cantinhodanike.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. E mais uma vez eu escrevi um livro né kkkkkkkkkkk

    Obrigada linda!

    ResponderExcluir