Páginas

06 agosto 2014

Revolta ao Infinito

Não sei nem como começar este post... Muita frustração. Nunca na vida tive vontade de ter um livro e ele estar esgotado. 

Quando escrevi o post abaixo fui remoer algo no blog da Ju Cunha e me deparei com o livro dela, que eu, aliás, nem lembrava e na época nem me apegava muito a isso, já que meu interesse era só pela Vogue Paris.

E qual meu desejo na hora? Comprar, claro! Mas, o que vejo? Esgotado no fornecedor! Adeus!

Bem, eu nunca odiei tanto o pdf na vida, os e-books também, o mundo digital, porque eu achei no próprio site, o livro, e tem até um app, quer dizer, eu acho que não é o livro completo, mas enfim, tenho, mas não é meu, porque se fosse estaria comigo, aqui em minhas mãos, eu escrevendo nele, sentindo seu cheiro, abrindo e fechando, me abanando, abraçando de encontro ao meu peito, fechando os olhos e sorrindo, tendo a satisfação de estar com ele, sabendo que no outro dia ele estará lá, alisar suas folhinhas, tirar fotos e publicar...

Inconformada, fui ao Google amado e querido e achei para vender em um site, que não vou dizer o nome para não ter concorrência, mas o infeliz do vendedor não me responde, traste imprestável. Tô aqui com cara de boba esperando afff!!!!!! 

                                  Enfim, só para vocês terem ideia pelo que me apaixonei:
Parágrafos espertos da Ju (cof, cof - eu ainda acho graça nesses cof, cof) e ilustrações lindas da Luda.





...
Fotos: ffw 

Um comentário: