Páginas

29 julho 2014

[Rascunho] O que eu deveria supor?

Existem momentos em que eu gostaria de saber o que a pessoa realmente pensa.

A primeira seria ter a certeza de que há algo que a impeça de falar, se sou tão insignificante que não sinta saudades, ou se nada tenha sido especial, em nenhum momento.
Meu coração bloqueia tantos sentimentos ruins e se regenera tanto que nem sei como ele faz isso, por isso eu entendo que ele tem muito poder.

Eu entendo que a razão, às vezes, afaste um afeto, mas não entendo por que uma distância é necessária.


Eu posso dizer que tudo foi descobrir, sobre mim, sobre como uma pessoa pode ser em significado e como ela pode me pertencer... E é minha.
Existiram muitos momentos, mas eu estive naquele perfeito, aquele que tudo faz sentido e o que se tem a fazer é fechar os olhos e sentir.

Não busco, nem cavo nada que me lembre, eu apenas vivo e penso em tudo feito uma roda-gigante.
                    Não temos nenhuma canção, por que não há nada que interprete isso.

                                                         Mais uma metade de mim Aqui

2 comentários:

  1. Léa, será um livro esse texto?
    Muito bonito... Apesar de ser saudoso, mas é uma saudade legal sabe. Aquela que a gente agradece pelo momento vivido

    Pensamentos Viajantes
    Fan Page

    ResponderExcluir
  2. Sabe que eu não sei!!! Mika hahaha
    Quem sabe, mas preciso melhorar ainda :D

    Obrigada!!!!!!!

    ResponderExcluir