Páginas

22 abril 2014

Suicidas

Uma palavra para esse livro? Aflição.


Bem, essa é a história de nove jovens que decidem - cada um por seus motivos, participar de uma roleta-russa. Fiquei pensando tipo: saco ele vai mostrar cada um morrendo e tal, mas que nada, é um livro surpreendente, quando você pensa que sabe o que vai acontecer, pronto, ele muda. Nunca li nada igual!

Este livro não é igual àqueles que têm um único mistério e que será revelado apenas no final. É um labirinto.

Gostei muito da narrativa, alternando entre o protagonista e as declarações das mães dos suicidas. Bem interessante.

O livro te surpreende até a última página.
Desconfiei de todo mundo. 
Me senti até vítima.

Não vou me estender mais por que vou querer contar mais do livro.

Só uma coisa, o autor fala que é possível achar determinada página na internet, achei que era por causa do livro, mas Googlei e achei! Tô bestificada com a capacidade do ser humano!


Nenhum comentário:

Postar um comentário