13 novembro 2017

Links Favoritos Maravilindeos

Mais uma seleção de coisinhas que curti. Tem muito link, cada um abre em uma página/aba diferente, tenha calma e não clique em tudo de uma vez. Sejem menas, não sejam como eu.

Começando por essa lista com dicas bem humoradas da Luiza, pra você começar a semana mais tranquilx 9 medidas cabíveis paramelhorar uma segunda-feira dura.

Quem é de SP provavelmente conhece esse personagem invisível. O Chico Felitti (já virei fã) resolveu investigar sua vida, e o resultado é uma história surreal e comovente: "Fofão da Augusta? Quem me chama assim não me conhece".

Adoro uma newsletter, assino várias, a da Aline Valek hoje foi bem especial, pois é um assunto que tô pesquisando, já tinha lido o post dela AQUI no medium, comprei a Zine falando sobre isso, enfim, criatividade, mas sob outra perspectiva, lê aí Cuidados com sua energia criativa”.

Resultado de imagem para zine bobagens imperdíveis

Série bem leve pra você curtir: Atypical . É sobre um garoto autista e suas experiências com o amor, a família e a escola, mas aborda muito mais, tipo os outros personagens, que eu me apixonei. É bem engraçado, fofo, emocionante. Só tem a primeira temporada no momento. Original Netflix. 

Como gosto muito de ler verdades, aqui vai um post sincerão do Math, que eu assino embaixo: Encher linguiça ou produzir conteúdo de verdade?”.

Gente eu amo esse saitxi, sério, lindezas de mais, posts inspiradores, meninas bacanas: Contente dá um sorrisinho aí :)

Eu adoro a escrita da Sofia, e como ela, eu quero fazer um milhão de coisas simultaneamente, então esse texto é um respiro: Como ter energia para tudo que quero fazer?”.

Uma discussão importante sobre “literatura feminina”, porque isso não é gênero literário: O mito da literatura feminina.

E para finalizar, porque senão o negócio aqui fica gigante – o que já está né, essa loxinha cheia de fofurinhas literárias Farofa Filosófica olha essa caneca que eu quero, por favor!!!

Resultado de imagem para Caneca Fernando Pessoa - Literatura

27 outubro 2017

Tento ser a pessoa que idealizo todos os dias

Se alguém me perguntar quem sou, é bem provável que eu diga as características de uma personalidade que quero ter, eu realmente faço isso, incrementando com os defeitos, que faz parte das certezas que tenho.

Explicando melhor, quando eu percebo qualidades que admiro, acredito tanto nelas, que me denomino, mas a verdade é que para além de sentir necessidade, eu não as possuo, tenho apenas consciência.

Pensando na história da minha vida, descubro como sou. Claro que a cada dia eu aprendo tanto, que mudo minha visão de mundo e atitudes, no entanto, há traços em mim que são indissociáveis.

Aprendi a ler aos três anos, com essa idade já escrevia meu difícil nome “Léa”, amo as letras desde sempre, eu amo verdadeiramente isso, eu escrevo poesia desde os sete. Eu escrevia nas pernas, nas roupas, nas paredes, eu nunca busquei ninguém para falar o que sentia, eu apenas escrevia.

E alguns dos meus amigos e da família nem sabe disso, porque eu não falo, não sinto a necessidade de falar, mas quando eu escrevo, as palavras têm total controle sobre mim.

Falar requer tempo dos outros, uma atenção que é escassa. Há pouco espaço para ser mais introspectivo. E quando se quer falar mais profundamente, as pessoas não sabem lidar.

Um dia, com 10 anos, escrevi na porta do quintal da casa da minha vó, com um prego: “eu sou infeliz”, bem pequeno, só que minha vó flagrou e perguntou por que eu era infeliz, eu disse que estava brincando, ela sorriu e disse que se eu tinha escrito, então era verdade.

Eu gostaria muito que ela tivesse sabido como foi importante, de tantas maneiras, na minha formação como pessoa. E se tem um sonho maior na minha vida, é ter a chance de encontra-la de novo.

Na minha adolescência, eu sempre me escondia debaixo da cama. Porque eu realmente gostava da solidão, de não ser vista, eu sempre tive um mundo totalmente meu e gostava de estar nele pelo menos uma vez ao dia. Ainda tenho, só não me escondo mais debaixo da cama, o livro é meu melhor esconderijo.

Todos esses pontos são partes de mim, os fatos, sempre me traduzem.
São apenas exemplos pequenos, escrevi aqui para demonstrar.
Para reafirmar minhas certezas. 

18 outubro 2017

Dicas Rio de Janeiro part II

Voltei e segura esse post, porque nessa minha segunda vinda ao RJ (a primeira você confere aqui) fui conhecer lugares diferentes e conheci gente linda. É necessário dizer que esse roteiro não foi sacada minha, foi da minha amiga Vanessa.

Então, com vocês:

Bar Devassa

Na verdade, não sou muito de frequentar bares, acho que o nome me dá repulsa rs, enfim, gostei do ambiente, fica em frente a praia de Copacabana, não é um bar aconchegante, mas a comida e bebidas são boas, frequentadores interessantes, o atendimento deixa um pouco a desejar dependendo do garçom.

Indico: Caldo de feijão que vem com pimenta, combina superrrr!
             
O preço é salgado, mas têm opções acessíveis e vale super à pena! Eles deveriam dar um upgrade no local, mas acho que o clima de boteco é o que atrai o pessoal.

Boteco/Choperia Belmonte

Esse se tornou meu favorito, já quero ir todos os dias cadê os Money? Lotado sempre, até quase a metade da rua, gente muitolinda bonita, atendimento massa. Fica no Leblon. Apesar de cheio achei o clima bem agradável.
     
Indico: Caldo de feijão (haha) juro que é diferente do outro. É muito mais apetitoso! Caipiroska de frutas, elas vêm em pedações enooormes, quase uma refeição, brincadeira, mas é sério.

Tem muitas opções no cardápio, é de se perder. O preço faz jus ao ambiente!

Starbucks Rio Sul

Amei, porém não tirei foto fazendo a lifestyle porque a bateria do celular acabou.
Mas provem, por favor, o Frapuccino de Chocolate. Ahh e quem me deixou assim querendo viver de Starbucks foi dona Nina vulgo Psicose da Nina, aliás, até ganhei dela um cartão pra colecionar e usar, claro, da cafeteria YAY! 

Botafogo Praia Shopping

Conheço virtualmente Nina faz dois anos - NUSSSSS - da primeira vez, não deu pra conhecê-la pessoalmente, pois desencontros da vida, então que nessa ida tinha que acontecer!! Marcamos nesse shopping, na Saraiva, olha que perigo!!

O shopping em si não tem nada de mais, muitas escadas rolantes ave, mas o que compensa, é essa vista maravilhosa Passaria uma tarde aí só brisando.


Aproveitei que ia encontra-la e de bônus pedi que Clara fosse também, ela é escritora e amiga da Nina; há tempos queria ler Mocassins & All Stars (leia a resenha aqui do Depois dos Quinze, porque amei as fotos) então quis receber o livro pessoalmente e com autógrafo, sou dessas.

Foi muito massa! Ameiiiiiiiiiiiiii conhecer vocês! Já posso chamar país Rio de minha segunda casa? Acho que sim hein!

As zebrinhas: Clara, Nina, Eu e Little Vanessa
Parque Laje

Que lindo esse lugar, precisa de uma recauchutada? Precisa. Porém não compromete sua beleza. O casarão, as árvores, aquele ventinho gostoso, gostaria de ficar lendo lá o dia todo! Desculpe, mas não tem imagem, pois ficou pixelada ¬¬. Vida que segue.

Arpoador

Meu Deus! Não tenho nem o que dizer! Eu estava super de ressaca pós rock in rio e nem vou mostrar minha cara de dragão, até porque a paisagem é o que importa! Quero de novo e sempre!


♥♥♥♥

05 outubro 2017

#EuFui Rock in Rio 2017

Essa é a primeira parte da minha segunda visita ao RJ, especificamente para falar do RiR, a segunda parte, que será em outro post, será sobre os lugares que fui e pessoas lindas que conheci.

Então, simbora:

Minha amiga e yo

Quando decidi ir ao Rock in Rio, ainda ano passado, realmente não fazia ideia de como seria, ver pela TV não traduz nem um mínimo da experiência que é viver esse Festival.

Sem falar que é no Rio de Janeiro, e desde a primeira vez que pisei nesse país Rio, me apaixonei ô lugarzinho que quanto mais você conhece, mais tem lugar pra conhecer e morrer de amores. Foram dias perfeitos, sem nenhum susto.

Então, fui somente no dia 24.
Palco Mundo:
Capital Inicial, The Offspring, 30 Seconds to Mars e
RED HOT CHILI PEPPERS!

Capital Inicial, indico, amei tudo, foi um show fodaço, e quando cantou “Que País é Esse”, mano do céu!!!! Fiquei sem voz total.

Eu não esperava amar Offspring, já conhecia algumas músicas, mas não esperava me divertir tanto! Incríveis, apesar do som baixo do palco aff – enfim, cara

Jared Leto tu é lindo, sensual, carismático, performer, talentoso no cinema, mas tua 30 Seconds to Mars não me cativou, nem fez cócegas, sorry #notsorry

RED HOT CHILI PEPPERS! Minha banda do ensino médio, junto com Nirvana e Linkin Park, nossa, passou vários filmes na minha cabeça, quando tocou By The Way, quase tive um surto rs. Indescritível, indizível, lindos, maravilhosos, muito mozões, ai amo

Ahh e no palco Rock District, Flausino e Sideral cantaram Cazuza. Foi demais!

Certo, agora vamos a experiência Rock in Rio, primeiro o que me estressou haha vou separar em tópicos:

  • Fila de entrada funcionou até certo ponto, quando estava próximo da abertura o povo saiu correndo e a fila sumiu.
  • Não houve uma revista em mim, a pessoa que olhou minha mochila nem inspecionou direito, ou seja, eu poderia ter levado um canivete e ninguém teria visto. Escondi meu batom e a tampa da garrafa de água no meu tênis ¯\_()_/¯. #chamaapolicia
  • Não tinha lixeiros em lugares eficientes.
  • Só vi apenas um bebedouro, que era na entrada.

Reclamações estruturais a parte, vou falar do que gostei.

Não sei da experiência de outras pessoas, fora um cara que tava fumando maconha na minha cara e ficou a porra do show todinho do Offspring fumando e soltando aquele lixo tóxico na cara de todo mundo eu não tive estresse com ninguém, na verdade tive papos super divertidos e isso é super daora, o clima, a vibe de curtir a música contagia todo mundo e a gente só quer saber de falar nisso.

Eu e minha amiga fomos na Roda Gigante, apesar de eu não gostar muito daquele balancê, eu curti bastante e a vista é ótima. 

Ignorem a cara de monga

Enfrentei uma fila do cão – aliás, fila pra tudo monamour – pra pegar um copo do Itaú, mas nem consegui, era uma multidão, enfim, achamos melhor curtir os shows. 
  • Transporte para o evento, ok.
  • Banheiros, ok.
  • Comidas: Batata frita com cheddar e bacon maravilhosa, foi indicação da Nina.
  • O melhor pastel do mundo, uma delícia também e três Red Bull – poize.
  • Água o suficiente pra não querer ir ao banheiro direto
  • Comida na mochila sempre, afinal tu não vai querer perder o buraco privilegiado onde tu tá vendo o show.

Ficamos próximas ao palco, o suficiente para conseguir respirar, porque né, cem mil pessoas.
E foi ótimo, não indico muito os lados por conta da grua que fica de um lado a outro filmando e atrapalha um pouco se você quer filmar, tirar fotos, mas foi grande mesmo assim. Inesquecível.

Tudo foi bem tranquilo, se quiser ir, vai sem medo, você vai curtir tanto que as dores nas canelas no outro dia só vai te fazer lembrar do momento incrível que tu viveu, da tua banda do coração e daquelas músicas que fizeram parte da trilha sonora da tua vida. Vai, que vai ser uma lembrança feliz, e tu já vai querer planejar a ida na próxima edição ♥ 

08 setembro 2017

Links Maravilindeos da Semana!

Aqui vai um compilado de aleatoriedades, tentei não deixar muito longo, mas não manjo dessas habilidades.

Youtube

Não sei onde achei esse vídeo, mas fiquei tocada.
Se você não sabe o que é depressão, ou se fica romantizando o assunto, ou sofre com isso, sugiro que assista; é de arrepiar.


Textão e @rroba

De um tempo pra cá, tem surgido nas redes sociais aquele apoio mútuo feminino, não 100%, porque ainda tem muita mulher machista, sem falar da publicidade que erra feio, às vezes, quando aborda o emponderamento daquela forma ambígua, quer elogiar mas na verdade está reprimindo ou ofendendo, tentando e falhando ao se apropriar do feminismo #sejemmenas

Enfim, o que quero dizerrrrr é que têm textões, instagrams e mais vídeos mostrando pra gente que somos realmente fodas, porque olha só, somos de qualquer jeito, mesmo fora desse padrão desumano que é imposto pela mídia e que a sociedade aceita.

Então, aqui vai o ig da Mirian Bottan  - foto abaixo - que amo, acho que a maioria de vocês já conhecem, mas não custa nada valorizar a mina e o post com várias indicações de textão é da Daniela Kopsch. Comoveu meu coraçãozin. LEIAM!!


Blog sobre Cinema

Eu estava procurando opiniões sobre o filme “Um Sonho de Liberdade” porque estou fazendo uma lista de filmes clássicos para assistir. Inclusive, está enorme! Então, achei o blog Já Viu Esse? E já fiquei na bad, pois não terá mais atualizações, mas cara, o arquivo de posts é imenso, e tem tanta indicação de filme massa, que você vai passar horas navegando.

Artesanato

Sou louca por coisinhas fofas, apesar de ser bem rude #freudexplica tenho um Kindle Paperwhite e já tinha comprado uma capinha, mas o Correios perdeu meu pacote e a menina que me vendeu não solicitou o estorno do dinheiro e nem continuou a reclamação, eu fiquei no prejuízo claro, e ela saiu ganhando de todo jeito, como a reclamação ficou no CPF dela, não pude fazer nada. 

Bom, essa lojinha que vende fofices parecidas é da Lorena - Costuras da Lo, e além do preço ser bem melhor, ela é super profissional e atenciosa. Sem falar que os produtos são bem feitos e lindos demais (marcador de página, capa para livro, carteira fofa, porta níquel, estojo, e etc). Olha aí uma amostra pra ficar querendo:


Escolhi essa capinha para o kindle e um estojo estampa de conchinhas, 
você pode ver no ig dela!

♥ Hope U Like it ♥